domingo, 28 de junho de 2020

Educação Ambiental @ 7E(m) linha

Diante do contexto de emergência e isolamento social, a turma do 7º E teve de se adaptar /confrontar com um grande e inovador desafio- o ensino à distância- logo motivar os alunos com recursos a diversificadas estratégias e materiais tornava-se premente. Assim, estimular o desenvolvimento de competências digitais e sociais, como o trabalho colaborativo e o pensamento crítico, tornaram os alunos mais autónomos e responsáveis na construção do conhecimento e, por conseguinte, no progresso do ensino-aprendizagem.

Com este projecto de articulação “ Educação Ambiental @ 7E(m) linha” pretendemos desenvolver competências ao nível da literacia tecnológica e digital, através da leitura e análise de textos/ artigos de natureza informativa e científica em suporte digital. Para o efeito, a professora apresentou a base do projeto, a Webquest subordinada ao tema “ Educação Ambiental”, tendo por base o Referencial de Educação Ambiental do 3º ciclo.




quarta-feira, 24 de junho de 2020

Mais uma aluna premiada no Concurso Uma Aventura…. Literária 2020

A aluna, Leonor Monteiro Baptista, da Turma EBJ4A, foi distinguida com uma Menção Honrosa no concurso Uma Aventura…. Literária 2020, na categoria de Texto Original 3.º e 4.º Anos. Com esta distinção, à aluna ser-lhe-á oferecido um livro da série Uma Aventura …. Literária e o respetivo diploma de participação.

Conheça o texto premiado.


Uma aventura que mudou a vida dos Portugueses

Entramos na nau. Estavam sete marinheiros a trazer o padrão. Olhei para o céu, do convés, e pressenti que ia ser uma aventura magnífica, de mil perigos, e mil trabalhos, mas que no fim, tudo iria valer a pena. Embarcamos pelo Tejo fora! Uma grande aventura nos esperava!
No princípio, o mar estava calmo…
- Içar as velas! – mandou ele, o magnífico Vasco da Gama. – Organizar os mantimentos! Temos de nos aguentar!
- Sim, Senhor! – respondemos todos em coro.
… mas depois…
- Todos juntos. Não podemos parar as Descobertas! Ah! – disse o capitão.
Uma das naus virou.
- Oh! Não! Os nossos mantimentos! - exclamou o capitão.
-Já não temos metade dos mantimentos. – disse eu.
- Mas alguns marinheiros já …já se foram. – Falou o Barte, um marinheiro comerciante que estava no barco.
- Alguns! Menos de um quarto! – disse um amigo do capitão que também desempenhava o papel de marinheiro.
E assim tinha começado a guerra no barco.
Até que, …
- BUUM!!!
- Não! Já começou … a passagem de oceanos … estamos a dobrar, O Cabo da Boa Esperança! – começou o capitão.
- Ai! Mamã! Minha mãezinha! – disse o medricas Canoul. Lá começou outra vez a confusão…
A “São Miguel” virou. Tinham ficado apenas a “São Rafael” e a “Barleym”.
- Parou!? – questionei-me a mim próprio.
- De quem as velas que ouço!? – disse uma voz grossa e imunda.
- Quem tenta passar pelo mar que só eu posso!? – continuou.
E teria continuado se o Sr. Gama não interviesse:
- Não temos medo de ti, monstro dos dois mares! Vamos passar este cabo quer queiras quer não!
- Na verdade, senhor… disseram os outros marinheiros.
- Xiu! – mandou ele.
Até que magia aconteceu… Vasco da Gama adormeceu. Do nada!
Eu fui ao leme… Parecia que o “Mostrengo-que-está-no-fim-do-mar”, apenas odiava o capitão, pois deixou-nos passar à custa de mil e um trabalhos e quinhentos perigos. Apenas chegamos à Índia passados dois anos e meio. Eu já estava cheia! Colocamos o padrão com as cinco quinas, com as cinco chagas de Cristo, e fomos embora.
Desta vez, eu não dobraria o “Cabo”. Iria por terra. Saí perto do “Cabo”. Andei, andei, andei e andei pela África fora, até que vi o Porto Sentido, onde estava combinado a nau aparecer para me buscar. Não apareceram. Por sorte tinha no bolso cinco barras de ouro. Comprei uma nau e “FUM!”. Rumo a Portugal!

Fernando Pessoa - Liberdade - Por - Raúl Solnado

O ano letivo está quase a terminar, foi diferente, não houve lugar a despedidas, nem a Baile de Gala, nem a últimas aulas.
Não foi fácil, mas conseguimos! Agora é tempo de um merecido descanso e de gozarem a vossa liberdade. Por isso, a Equipa das Bibliotecas deixa aqui o poema "Liberdade" de Fernando Pessoa, tão bem lido por Raúl Solnado:



Obrigado a todos.
Boas férias com boas leituras!

segunda-feira, 15 de junho de 2020

Dia Mundial da Consciencialização da Violência contra a Pessoa Idosa

É hoje o Dia Mundial da Consciencialização da Violência contra a Pessoa Idosa e, para que nunca esqueçamos as nossas origens fica aqui um pequeno filme da APAV | Associação Portuguesa de Apoio à Vítima, que nos responsabiliza a todos por não agirmos.
Esperamos que gostem!

"Carta para Josefa, minha avó" escrita por José Saramago

As Bibliotecas do agrupamento pretendem recordar o Dia Mundial da Consciencialização da Violência contra a Pessoa Idosa, que tem lugar a 15 de junho. A data foi criada em 2006 pelas Nações Unidas para nos lembrarmos das nossas raízes.
Fica aqui a brilhante crónica "Carta para Josefa, minha avó" escrita por José Saramago, lida expressivamente por André Gois Raposo & Maria Alice Amaro Gois.
Esperamos que gostem.



sábado, 13 de junho de 2020

Fernando Pessoa

Fernando Pessoa nasceu a 13 de junho de 1888, deixamos aqui a nossa homenagem ao maior poeta português.
Esperamos que gostem!

O Diário de Anne Frank

Escrito entre 12 de junho de 1942 e 1 de agosto de 1944, O Diário de Anne Frank é um dos livros preferidos dos nossos alunos.
Fica aqui o livro e o filme.
Esperamos que gostem!





sexta-feira, 5 de junho de 2020

Aluna do AEPBS premiada no Concurso Uma Aventura…Literária 2020

A aluna, Laura Brito, da turma EBJ4B recebeu o 3.º Prémio, na categoria de Texto Original 3.º e 4.º Anos, no Concurso Uma Aventura… Literária 2020. Pelo seu empenho ser-lhe-á oferecido um livro da série Uma Aventura … Literária 2020 e o respetivo diploma de participação.



Delicie-se com o poema premiado

Uma casa
Uma casa pode ser
Nova ou velha
Logo que não lhe caia
Alguma telha

Uma casa pode ser
Bonita ou feia
Logo que não tenha
Pendurada uma teia

Uma casa pode ser
Grande ou pequena
Quem não tem casa
É uma pena

Uma casa pode ser
Pequena ou espaçosa
De qualquer forma
É maravilhosa

Uma casa pode ser
Antiga ou moderna
Logo que não seja
Uma caverna

segunda-feira, 1 de junho de 2020

Quando as crianças brincam - Fernando Pessoa

Quando as crianças brincam - Fernando Pessoa

Esperamos que gostem deste poema musicado.

Dia Mundial da Criança

E porque hoje é o Dia Mundial da Criança, vamos cantar:


Esperamos que gostem!

Dia Mundial da Criança

O que são dos Direitos da Criança?
Os irmãos Rita e João exploram a Convenção sobre os Direitos da Criança – o tratado de Direitos Humanos mais amplamente ratificado de sempre e o documento que rege todo o trabalho da UNICEF.



Esperamos que gostem!