terça-feira, 31 de março de 2015

Desamparo - Livro do mês


Título: Desamparo

Autor: Inês Pedrosa

Editora: D. Quixote

Data de publicação: Fevereiro de 2015

Número de Páginas: 320

Sinopse:Desamparo de Inês Pedrosa é um fiel retrato de Portugal na atualidade. Ao logo do romance, assistimos a uma espécie de silêncio profundo presente em todas as personagens e cenários descritos.
A saga de uma mulher, Jacinta Sousa, que foi levada do colo da mãe para o Brasil aos três anos e regressa para a conhecer mais de cinquenta anos depois. "No Brasil eu sempre fui a Portuguesa; em Portugal passei a ser a Brasileira", numa escrita inteligente, límpida e plena de humor, a autora cria um universo singular, uma aldeia em que se cruzam personagens e histórias de vários continentes. Emigrações e imigrações de ontem e de hoje, seres solitários e escorraçados que procuram novas formas de vida, enquanto tentam sobreviver à maior depressão económica das últimas décadas. O amor, a tradição, o poder, a inveja, o ciúme, a amizade, o crime, o medo, a vingança e sobretudo a morte atravessam este livro que faz a radiografia do Portugal contemporâneo, num enredo cheio de força e originalidade.

Nota: O romance já está disponível na biblioteca escolar.

segunda-feira, 30 de março de 2015

terça-feira, 24 de março de 2015

segunda-feira, 23 de março de 2015

Páscoa Feliz


Feira das religiões

Os alunos realizaram e expuseram trabalhos criados no âmbito da disciplina de educação moral religiosa e católica.
Com este trabalho os professores tentaram sensibilizar os alunos para a tolerância religiosa através do conhecimento das diferentes religiões.


Les dix mots de la francophonie 2015



O grupo de francês expôs trabalhos realizados pelos alunos, com os quais se celebrou a língua francesa.
A realização destes trabalhos teve como objetivo contribuir para a tomada de consciência da importância da língua francesa.

Composições Geométricas




A Biblioteca Bernardino Machado acolheu a exposição de composições geométricas, da autoria dos nossos alunos dos 7 os A e B, nos últimos dias do 2º período, realizadas no âmbito da disciplina de Educação Visual.
A geometria colorida invadiu a Biblioteca enchendo-a de cor.

Melhores leitores do 2º período


Autores mais lidos no 2º período


domingo, 22 de março de 2015

Música e literatura assinalam o Dia Mundial da Poesia e a chegada da primavera

Música e poemas na Biblioteca Bernardino Machado

Para comemorar a poesia a UNESCO declarou o dia 21 de março, Dia Mundial da Poesia. Desde então, este dia procura valorizar os poetas como pessoas que com a ferramenta da palavra tentam melhorar o mundo, assinalando tanto a injustiça como a beleza.
Tal como é habitual a Biblioteca Bernardino Machado, com a colaboração do Grupo de Estágio de Animador Sociocultural comemorou, no dia 20 de Março, o Dia Mundial da Poesia.
Comemorámos com a exposição de livros de poesia, com um fórum e com a publicação de um pequeno livro de poemas, da autoria dos nossos alunos, com flores e música.
Contamos com a presença da professora Joaquina Faria que cantou e tocou com os alunos do 6º D, para professores e alunos do 6º H, no âmbito do projeto "Dar Vida aos Livros".
Tivemos oportunidade de ouvir a D. Lucília declamar, entusiasticamente, poemas da sua autoria, entre outros, para os alunos do 7º H, que protagonizaram um fórum de leitura sobre poesia.
Durante este fórum alguns alunos revelaram-se apreciadores e grandes adeptos da poesia, como é o caso do aluno Miguel Branco, um dos autores dos poemas publicados no livro, enquanto outros não conseguiram ver a utilidade da poesia e, por isso, não a apreciam. Mas todos pudemos dizer como Virgílio Ferreira “Veio ter comigo hoje a poesia”.



Dia da Poesia 2015 on PhotoPeach

Encontro com a escritora Beatriz Lamas Oliveira


 “O conhecimento traz felicidade” (Beatriz Lamas Oliveira).

No passado dia 19, a escritora Beatriz Lamas Oliveira apresentou na Biblioteca Bernardino Machado o seu livro O mocho sábio, aos alunos do 6º H e à professora Sofia Branco, que os acompanhou.
O livro, que os alunos leram e trabalharam na sala de aula, conta a história de um casal de mochos galegos, a Sancha e o Raimundo que estão apaixonados e escolheram um bonito local para viver mas a Sancha não consegue pôr os ovos e anda muito triste. O Casal tem um amigo sábio, o mocho Al-Kibir, cujos conhecimentos se vão revelar muito úteis.
Beatriz Lamas Oliveira a partir das aguarelas que pintou para ilustrar este livro contou a história, manifestando a sua preocupação com a natureza e respeito pelo meio ambiente. 
A autora deixou ainda uma mensagem aos alunos do 6ºH sobre a importância dos livros e dos conhecimentos que transmitem, bem como um incentivo ao estudo. O Mocho Sábio deixa precisamente essa lição que a autora quis transmitir aos mais novos: “o conhecimento traz felicidade”.
Este livro serviu de inspiração aos alunos para participarem no concurso O Meu Mocho, no qual tinham que fazer um mocho com materiais reciclados. A participação superou as nossas expetativas, apareceram muitos e belos mochos.

No final da apresentação oferecemos o livro O Mocho Sábio à autora do mocho vencedor. Os restantes participantes levaram os seus mochos para presentearem os respetivos pais e, assim comemorarem o dia do pai.

Beatriz Lemos on PhotoPeach

Melhor leitor

Parabéns à melhor leitora do 2º período
A Biblioteca Bernardino Machado premiou a melhor leitora do 2º período deste ano, com o principal objetivo de incentivar e premiar o prazer de ler, de forma autónoma e lúdica, com um livro e um certificado personalizado.
Felicitamos a aluna Vânia Antónia, do 7º I e desejamos que seja um exemplo a seguir por todos os alunos.

Perfomance dos pais no Dia Mundial da Poesia


No passado dia 20 de março, no âmbito da comemoração do Dia Mundial da Poesia no AEPBS, alguns pais e uma irmã dos alunos do 8ºB aceitaram o convite da Oficina de Leituras Encenadas (OLE), para lerem poesia à turma, na Biblioteca Escolar A Casa de Camilo, que acolheu e apoiou a iniciativa. A turma foi surpreendida com a presença dos pais e ficou assim agradada com as palavras de Eugénio de Andrade, David Mourão-Ferreira, Sebastião da Gama, Sophia de Mello Andresen e Manuel António Pina. Os pais que protagonizaram a performance fizeram questão de valorizar a poesia, reconhecendo o seu papel fundamental no crescimento dos seus educandos.

Helena Guimarães

sábado, 21 de março de 2015

sexta-feira, 20 de março de 2015

A melhor forma de celebrar a poesia é ouvir poesia

A melhor forma de celebrar o Dia Mundial da Poesia (21 de março):

Perfil - trabalho desenvolvido pela Oficina de Leituras encenadas em novembro de 2013



Poemas Lidos - trabalho desenvolvido pela Oficina de Leituras Encenadas em março de 2013

quinta-feira, 19 de março de 2015

A tecnologia na sala de aula

Este foi um dos contributos para o Nº 65 do Ponto de Encontro. O jornal pode ser lido aqui.

clicar na imagem

terça-feira, 17 de março de 2015

Dia da Floresta na Biblioteca Bernardino Machado

Os alunos do 5º ano tiveram oportunidade de assistir a uma sessão sobre proteção das florestas, promovida pelo grupo de ciências e dinamizada pelos Bombeiros de Famalicão.
O  objetivo foi sensibilizar os alunos para a importância de preservar as florestas e mantê-los informados sobre a melhor forma de o fazerem.
Este foi o nosso contributo para preservar os pulmões do mundo e comemorarmos o Dia da Floresta.

Spelling bee contest

Decorreu na Biblioteca Bernardino Machado, no passado dia 16 de março, o concurso Spelling bee contest, que consistiu em soletrar palavras em inglês.
Os alunos de 3º ano, do 1º ciclo vieram acompanhados pelos professores de inglês e participaram com entusiasmo no concurso.


segunda-feira, 16 de março de 2015

A Páscoa chega à biblioteca escolar

A Páscoa já chegou à biblioteca escolar A Casa de Camilo. Um trabalho da equipa da BE e da professora Dores Xavier.


Páscoa 2015 na BE on PhotoPeach

Fotografia da Semana


Sexta-feira ​13
Montalegre
Captada em 13 de dezembro de 2013

sexta-feira, 13 de março de 2015

Ondjaki -Autor do Mês


Bibliografia

Ficionista e poeta angolano, pseudónimo literário de Ndalu de Almeida, nascido em 1977, em Luanda. Nesta cidade viveu a sua infância e adolescência. Frequentou a escola pública até ao 10.º ano de escolaridade, tendo, então, vindo para Lisboa onde estudou Sociologia.
Amante da leitura desde muito menino, Ondjaki foi criando estofo para penetrar, através de uma leitura cuidadosa, nas obras de autores esteticamente diversificados, como Graciliano Ramos, Sartre, Ionesco e mais tarde, Vargas Llosa e Gabriel Garcia Márquez.
A sua atração pela atividade cultural lançou-o, ainda em Luanda, num curso de mímica que o levou a aprofundar a sua paixão pelo teatro e pela escrita. Assim, integrou, durante dois anos, um grupo de teatro amador e, depois de frequentar um curso livre de teatro, representou uma peça do dramaturgo Eugène Ionesco, O futuro está nos ovos.
Jovem dinâmico e de multifacetas, não se deixou arrastar para o pântano da desilusão e da frustração que a coabitação com uma realidade degradante e corrupta, atentatória dos mais elementares direitos, necessariamente provoca em espíritos esclarecidos e livres. Pelo contrário, consciente desta situação, o autor procurou empenhar-se e envolver-se nas iniciativas culturais que se realizam em Luanda, tendo sido um dos responsáveis por várias criações, de que é exemplo a revista Nganza Times, criada em 1993. Revista cómico-satírica, Nganza Times conheceu seis números cuja responsabilidade Ondjaki dividiu com os seus colegas de escola.
Já em Lisboa, em 1996, frequenta um curso de escrita criativa, sentindo que o chamamento da ficção se intensifica. Este curso constituiu um patamar fundamental na sua produção, pela importância que "as magias da literatura" adquiriram na sua obra. Esta magia, associada ao seu imaginário nutrido por recorrentes idas a Luanda, permitiu-lhe desenvolver a sua arte de fabulação, começando por escrever pequenas "estórias" e contos.
Em 2000, publicou o seu primeiro livro de contos, intitulado Momentos de Aqui, com o qual concorreu à final do prémio literário PALOP (promovido pelo Fundo Bibliográfico Europeu), realizada em S. Tomé. Esta iniciativa facultou a Ondjaki contactos com outros escritores, nomeadamente com o seu conterrâneo Jacques Arlindo dos Santos, responsável pela editora Chá de Cachinde, que o convidou para participar na coleção Independência. Respondendo a este repto, o autor publicou, em 2001, o livro Bom Dia Camaradas que o consagrou, definitivamente, nos circuitos literários. Com uma linguagem caracterizada pela oralidade, onde os termos locais e geracionais são recorrentes, esta obra é fruto de experiências vivenciadas. Coloca-nos perante um cruzamento entre o tempo do pretérito colonial e o do presente pós-independência, através das certezas e das dúvidas enformadas pelas personagens Camarada António (criado de um diretor português no tempo colonial) e Menino (adolescente que apenas conhece a Luanda libertada).
Ainda em 2000, fez chegar ao prelo um conjunto de oito textos poéticos com o título Palavras Desaguadas, sob a chancela das Edições Pilar e Bianchi Editores, e com o qual concorreu à Antologia Internacional Agua en el Tercer Milénio. No mesmo ano, publicou a prosa poética A Freira, pela mesma editora, e o livro de poesia Actu Sanguíneu, que foi contemplado com uma menção honrosa no Prémio Literário António Jacinto.
Em maio de 2002, o autor editou pela Editorial Caminho a novela O Assobiador e em 2004 Quantas Madrugadas tem a Noite.
Escritor e poeta conhecido e reconhecido nos caminhos literários, Ondjaki tem muitos dos seus títulos publicados em antologias internacionais, nomeadamente brasileiras e uruguaias e na Antologia "Angola - a festa e o luto".
Membro da União de Escritores Angolanos, é também colaborador do órgão cultural angolano "O Chã".

Fonte: Infopédia

quinta-feira, 12 de março de 2015

Sessão sobre Segurança Rodoviária

Alunos mais seguros na Bernardino Machado

A convite do grupo de estágio de animador sociocultural a equipa da Escola Segura da GNR de Barcelos dinamizou uma sessão sobre “Segurança Rodoviária”, para os alunos da turma B, do sétimo ano de escolaridade, no passado dia 12 de Março, na Biblioteca Bernardino Machado.


O cabo Ferreira e o guarda Nuno Costa apresentaram casos concretos de sinistros e mostraram dados relativos a acidentes que presenciaram durante a sua atividade profissional, indicando as suas causas, salientando que a maior parte são evitáveis.

Segundo as estagiárias promotoras do evento os objetivos propostos foram atingidos, uma vez que conseguiram sensibilizar os alunos para a importância da Segurança Rodoviária, levaram-nos a reconhecer a importância de ter atitudes responsáveis e despertaram a sua curiosidade pelo assunto.

Além de terem visto esclarecidas as suas dúvidas relativamente a esta temática, aos alunos presentes nesta palestra foi dada a oportunidade de adquirirem consciência de que podemos diminuir significativamente o número de acidentes, se tivermos todos um comportamento mais responsável, quer como peões quer como futuros condutores.

Como a turma se revelou um público exemplar recebeu uma carta de educação rodoviária personalizada e panfletos informativos sobre segurança rodoviária.

Pensamento da Semana


quarta-feira, 11 de março de 2015

"Encontra a Palavra" na biblioteca escolar

Para fechar com chave de ouro a Semana da Leitura 2015, o estagiário, Hélder Fagundes apresentou a atividade “ Encontra a palavra “ na BE A Casa de Camilo, tendo como principal objetivo relembrar as vogais a brincar. O público-alvo, sala dos 4 anos do Centro Social da Paróquia de Pousada de Saramagos, aderiu  entusiasticamente à atividade que aliou a música , imagens e jogos lúdico-pedagógicos. A caça às imagens/ palavras proporcionou um momento muito divertido e competitivo entre os pequenos leitores. Encontrando as imagens, os meninos formaram "palavrinhas" tão emotivas para o crescimento, nomeadamente Pai, Mãe, entre outras.
Para finalizar o estagiário agradeceu todo o apoio recebido, durante a Semana da Leitura, pela D. Manuela, D. Ermelinda, assistentes operacionais da biblioteca, e pelos professores, António Pires, Rosa Gomes, Lurdes Dinis e Isabel Louro.



A Semana da Leitura nas BE do 1º Ciclo

terça-feira, 10 de março de 2015

Conta-me um Conto!

Um Xá na Biblioteca Bernardino Machado


A turma do 5º A foi a protagonista da atividade “Conta-me um Conto!” dinamizada pelo grupo de estágio de Animador Sociocultural.
O conto apresentado foi Um Chá não Toma um Xá… de Sérgio Sousa e o objetivo da atividade foi interagir com o currículo de português e sistematizar conteúdos adquiridos na aula, de uma lúdica.
Esta é a história de Bahabur, um simpático Xá, que vive num palácio com uma cozinheira mandona, a Isolda, um criado medroso, o Malaquias, e dois divertidos esquilos. Bahabur confronta-se com um problema sério: perdeu um belíssimo e precioso botão de punho em forma de caravela, que um amigo árabe, o Xeque Ben Aicha, em tempos lhe oferecera.
À medida que procura o botão de punho, sucedem-se jogos de linguagem entre palavras homófonas, homógrafas, parónimas e homónimas, que os alunos agruparam, numa atividade de escrita.
A leitura deste livro ajuda os alunos a distinguirem o sentido de vocábulos semelhantes do ponto de vista gráfico ou fónico. Um Chá Não Toma Um Xá... é ,assim, um excelente material para ensinar a evitar usos incorretos do português.
Para que os nossos alunos não percam botões e não deixem de ler, a Equipa da Biblioteca ofereceu-lhes marcadores de livros da Semana da Leitura.



"Ciência em Linha" em destaque na página RBE

Está disponível na página da Rede de Bibliotecas Escolares, durante esta semana, o projeto Ciência em Linha que foi apoiado pela RBE no âmbito do concurso Ideias com Mérito 2012 e desenvolvido pela BE A Casa de Camilo durante os anos letivos 2012/2013 e 2013/2014.


segunda-feira, 9 de março de 2015

Sandra Ferreira espalhou palavras do mundo pela Biblioteca

“Quem não vê bem uma palavra, não pode ver bem uma alma.”
Fernando Pessoa




Durante a Semana da leitura, que decorreu entre 2 a 6 de março, subordinada ao tema “Palavras do Mundo”, a Biblioteca Bernardino Machado teve sempre presente a mensagem de Fernando Pessoa supracitada e promoveu a palavra escrita, dita, cantada, declamada e ilustrada, num contexto de partilha entre professores, alunos, escritores, livros e leituras.

Com as mais diversas atividades demos visibilidade à leitura e à universalidade da Palavra, dedicando cada dia a um autor de diferentes nacionalidades, sobretudo aos autores das línguas estudadas na escola.







A Semana Nacional da Leitura terminou com balanço muito positivo.
O último dia foi dedicado à Mulher, por ser véspera do Dia Internacional da Mulher, sendo assim a montra foi preenchida com livros de autoras de todo o mundo, com poemas e imagens de mulheres.
Contámos também com a presença da escritora Sandra Ferreira, que construiu uma história com os alunos do 7º C, dando especial destaque às “Palavras do Mundo” e à forma como as podemos sentir e empregar.



A Semana da Leitura é celebrada em todo o País e visa dar um destaque ainda maior ao livro, é a festa da leitura.
A Equipa da Biblioteca quer deixar um agradecimento especial ao grupo de estágio de Animador Sociocultural, aos professores e alunos que colaboraram na dinamização e sucesso das atividades e a todos aqueles que por elas se deixaram seduzir.


OLE nas Boas Práticas, em Braga


A Oficina de Leituras Encenadas (OLE) marcou presença no II Encontro de Boas Práticas, Literacias e Pensamento Crítico, no dia 6 de março, na Biblioteca Lúcio Craveira da Silva, em Braga. Com efeito, a professora Helena Guimarães, na qualidade de coordenadora do projeto, apresentou o que se faz enquanto leitura encenada e teatro no agrupamento,  no âmbito da oficina e em articulação com as bibliotecas escolares do AEPBS. A comunicação interessou bastante aos participantes.




Alunos do Jardim de Infância animam a Semana da Leitura 2015


Os alunos das turmas do Jardim de Infância da Escola Básica de Joane participaram, no dia 5 de março, na Semana da Leitura 2015, na escola sede.
Esta atividade foi dinamizada pelas educadoras, Conceição Silva, Alexandra Costa e Maria João Gomes e pelas estagiárias do curso profissional de animador sociocultural, do 12º H, Carla Ribeiro, Liliana Pereira e Cátia Gomes.
Os alunos mostraram toda a vivacidade e entusiasmo no seu desempenho. Bem organizados e coordenados pelas educadoras e estagiárias mostraram que são os nossos próximos leitores.
A recolha das imagens foi feita pelos alunos do curso multimédia coordenados pelo professores Inácio e Sandro e o som esteve a cargo do Vitor Mendes e Pedro Mota.
Obrigado a todos aqueles que se empenharam nesta atividade.


A Pré na Semana da Leitura 2015 on PhotoPeach

domingo, 8 de março de 2015

sexta-feira, 6 de março de 2015

"Poemas alimón" na Semana da leitura


Inserida no Dia do Espanhol, desenvolveu-se na biblioteca a atividade Poemas alimón – Prova que sabes escrever espanhol!, com a supervisão atenta de um grupo de alunos do 9ºC. “Poemas alimón”, como lhes chamaram Lorca e Neruda a um tipo de poesia surrealista elaborada em grupo, permitiu não só aos alunos de Espanhol demonstrarem a sua veia artística, como a vários alunos que mesmo não dominando a língua, participaram num espírito de entreajuda e colaboração. 

Acima de tudo, foram encontros divertidos com a poesia, recheados de  espírito de partilha!