terça-feira, 4 de março de 2014

Um Poema por Semana - O Meu Fim


Pedro Miranda
O Meu Fim

Ó morte que vens e me persegues.
Sois vós que me prendeis ao sangue
e a uma alma sem vida já podre.
Não me roubeis
O que já não tenho
e aquilo que já não busco.
Levai de vez Corpo morto
mas deixai memória.
Sirvo e serei leal à sua magnitude,
apenas para ser mortal
e sentir vida e medo de vós.
Peço que me negues a vida terrena
ou que me ofereças a felicidade na partida.


2.º Prémio – Ensino Secundário Concurso Literário ESPBS 2009

Vera Catarina Barroso de Lima

Sem comentários: